Segurança e prevenção financeira para o seu negócio!

Conte com toda a assessoria para a realização de transações financeiras e cadastros por meio do SISBACEN. O conjunto de sistemas do Banco Central que permite acesso a informações, como taxas diversas, cotações de moedas, indicadores econômico-financeiros, entre outros.

Atuamos com registros de capital estrangeiro no país e/ou de capital brasileiro no exterior, junto ao Banco Central do Brasil (IED e ROF) para possibilitar o ingresso ou a saída de ativos, como investimento e empréstimos com não residentes, remessas de lucros, retorno de capital, demonstrações financeiras e declarações.

Serviços

Forma que o Banco Central organiza quem está por trás do capital estrangeiro que entra no Brasil por meio de investimento direto ou operações financeiras. O sistema entrou em vigor em 2019 em substituição ao antigo Cadastro de Empresas (Cademp). Sendo assim, o CDNR é um cadastro obrigatório para não residentes que querem fazer aportes de capital no Brasil.

O acesso ao Sisbacen só é concedido a pessoas físicas e jurídicas residentes no Brasil. Por isso, para um não residente acessar o sistema, ele precisará do intermédio de um representante no país com CPF/CNPJ válido e que esteja cadastrado no Sisbacen.

O RDE-IED funciona como um espelho eletrônico do contrato social da empresa quanto às questões de investimento estrangeiro e sua atualização é fundamental. Mesmo que as empresas não se encontrem em nenhum dos eventos acima descritos, elas devem se reportar ao Banco Central periodicamente. Empresas com patrimônio líquido ou ativos de até R$ 250 milhões devem atualizar suas posições no Banco Central anualmente. Se o patrimônio líquido ou ativos forem superiores a esse valor, a declaração econômico-financeira deve ser feita trimestralmente.

  • ROF para empréstimo direto – pessoa física ou jurídica estrangeira financia empresa nacional;
  • ROF para leasing de maquinário – empresa nacional compra ou aluga maquinário do exterior;
  • ROF para pagamento de royalties – direito da empresa estrangeira ser remunerada pelo uso de marca ou tecnologia.